icon_success icon_info icon_warning icon_error

image_25173e92-2e3c-4c90-a520-81d0da52fe3f
image_cf2d5ae5-192b-44cc-adfe-c28c59e52acd
icon-arrow-left
icon-arrow-right

Stress e qualidade de vida no trabalho

SKU 004596

0 avaliações de clientes

R$ 164,35 no Pix

ou R$ 173,00 no boleto

Ver mais formas de pagamento

Consulte frete e o prazo de entrega

Não Sabe o Cep?

  • TemaPsicologia organizacional
  • ISBN: 9786553740372
  • Peso: 458 gramas
  • Tamanho: 16 X 23 cm
  • Páginas: 292
  • Edição: 1ª Edição
  • Ano de Publicação: 2023

Stress e Qualidade de Vida no Trabalho – Encontrando Significado no Luto e no Sofrimento


De acordo com o American Institute of Stress (AIS), o stress ocupacional é de longe a principal fonte de stress para adultos americanos. A relação entre stress ocupacional e ataques cardíacos, hipertensão e outros distúrbios é bem compreendida.


Além disso, o custo do stress ocupacional nos Estados Unidos é estimado em mais de 300 bilhões de dólares devido a desfechos como acidentes, rotatividade e perda de produtividade.

 

É provável que os achados mais consistentes que ligam o stress ocupacional a problemas de saúde confirmem que os funcionários que percebem um alto nível de demandas de trabalho sem o controle apropriado sobre elas correm um risco maior de doença cardiovascular.

 

No Brasil, a perda é estimada em 3,5% do produto interno bruto ao ano. As doenças ocupacionais estão relacionadas às atividades desempenhadas pelos trabalhadores e às condições de trabalho e podem desencadear novos sintomas ou agravar os já existentes.

 

O diagnóstico adequado e as informações relevantes são essenciais para que gestores e trabalhadores se conscientizem sobre os estressores e tomem medidas eficientes para o manejo do stress. Embora a qualidade de vida seja responsabilidade de cada um, certamente as empresas poderão se beneficiar da implementação de ações preventivas, evitando assim pagar um alto preço em decorrência de absenteísmo, licenças médicas, queda de produtividade e baixa qualidade do trabalho.

 

Este livro foi planejado como uma ferramenta adicional para fornecer informações e sugerir maneiras de lidar com as pressões e demandas do trabalho, porque os níveis de stress continuam aumentando. Acreditamos que por meio da informação – e aqui você poderá encontrar a experiência e opiniões de profissionais reconhecidos nesta área – os trabalhadores poderão viver uma vida melhor e mais equilibrada.

Ana Maria Rossi

James A. Meurs

Pamela L. Perrewé

Adamastor Humberto Pereira, Alexandra Jacobsen, Anderson de Souza Sant’ Anna, Charn P. McAllister, Cindy Wu, Cristian Zanon, Einat Yaor, Erin M. Eatough, Flávia Amélia Lopes Nogueira, Hadar Freidin, Jaqueline Ferreira, Jeremy D. Mackey, João Paulo Araújo Lessa, Joyce E. Nuner, Jucimara Zacarias Martins, Kaylee J. Hackney, Keren Turgeman-Lupo, Luciana Arder S. Medeiros, Luciano Zille Pereira, Marcus J. Fila, Norbert K. Semmer, Odete Cristina Pereira Reis, Priscilla Bencke, Sharon Toker, Terry A. Beehr, Walkíria Santana Garcia Cristaldo.

PREÂMBULO - pg. 7

PREFÁCIO - pg. 9

 

SEÇÃO I – LUTO E MORTE NO LOCAL DE TRABALHO - pg. 11

1. RECONHECIMENTO DO LUTO DOS FUNCIONÁRIOS: O PAPEL DO APOIO ORGANIZACIONAL - pg. 13

Hadar Freidin

Sharon Toker

Keren Turgeman-Lupo

 

2. LUTO INVISÍVEL: AVALIAÇÃO DO ABORTO ESPONTÂNEO NO LOCAL DE TRABALHO - pg. 43

Kaylee J. Hackney

Cindy Wu

Joyce E. Nuner

 

3. “HERÓIS” TAMBÉM PRECISAM DE AJUDA - pg. 67

Jucimara Zacarias Martins

Cristian Zanon

João Paulo Araújo Lessa

Walkíria Santana Garcia Cristaldo

 

4. SALIÊNCIA DA MORTALIDADE NO LOCAL DE TRABALHO: UMA REVISÃO INTEGRATIVA E IMPLICAÇÕES PARA A SUPERVISÃO DE TRABALHOS COM ALTA EXPOSIÇÃO À MORTE - pg. 81

Alexandra Jacobsen

Terry A. Beehr

 

SEÇÃO II – STRESS CIRÚRGICO E NEUROLÓGICO - pg. 105

5. STRESS E CIRURGIA - pg. 107

Adamastor Humberto Pereira

 

6. O IMPACTO DOS AMBIENTES NO CÉREBRO - pg. 121

Priscila Bencke

 

SEÇÃO III – STRESS E SOFRIMENTO DOS FUNCIONÁRIOS - pg. 147

7. FAÇA ISSO NOVAMENTE E EU GRITAREI: AUTORREGULAÇÃO E SUPERVISÃO ABUSIVA NO LOCAL DE TRABALHO - pg. 149

Charn P. McAllister

Jeremy D. Mackey

 

8. MANIFESTAÇÕES DE STRESS OCUPACIONAL EM DOCENTES BRASILEIROS - pg. 169

Luciano Zille Pereira

Flávia Amélia Lopes Nogueira

 

9. TRABALHO BANCÁRIO E SOFRIMENTO PSÍQUICO NO PARADIGMA DA ACUMULAÇÃO FLEXÍVEL - pg. 193

Odete Cristina Pereira Reis

Anderson de Souza Sant’Anna

Jaqueline Ferreira

 

SEÇÃO IV – TÓPICOS EMERGENTES SOBRE BEM-ESTAR NO TRABALHO - pg. 217

10. A MENTE ERRANTE NO TRABALHO: QUANDO OS PENSAMENTOS,DOS FUNCIONÁRIOS VOAM - pg. 219

Einat Yaor

Sharon Toker

 

11. BEM-ESTAR NO TRABALHO: A PERCEPÇÃO DE SERVIDORES PÚBLICOS - pg. 235

Luciana Arder S. Medeiros

 

12. TAREFAS ILEGÍTIMAS COMO OFENSA AO EGO - pg. 257

Marcus J. Fila

Norbert K. Semmer

Erin M. Eatough

 

SOBRE OS ORGANIZADORES - pg. 281

SOBRE OS AUTORES - pg. 283

Opniões Sobre o Produto

O produto não tem reviews.

Deixe o seu comentário!