icon_success icon_info icon_warning icon_error

image_c7904c36-6546-40ed-81a3-29e7511d96f7
image_282096cd-2c45-4215-9564-3e10cbe8ada3
icon-arrow-left
icon-arrow-right

TEP – Técnicas de Exame Psicológico: Os Fundamentos

SKU 003796

0 avaliações de clientes

R$ 100,70 no Pix

ou R$ 106,00 no boleto

Ver mais formas de pagamento

Consulte frete e o prazo de entrega

Não Sabe o Cep?

  • Tema: Avaliação Psicológica
  • ISBN: 978-85-7585-773-1
  • Edição: 2ª Edição
  • Ano de Publicação: 2016
  • Tamanho: 16 x 23 cm
  • Páginas: 232

Este livro constitui uma versão revista e ampliada da primeira edição, publicada em 2001, a qual teve várias reedições e foi amplamente utilizada em cursos de graduação em diversos estados brasileiros.
 

Aborda de forma fácil e modesta a problemática da avaliação psicológica, especialmente a dos testes psicométricos, embora vários dos temas abordados possam ser aplicados às demais técnicas da área de avaliação. Apresenta os conceitos, os fundamentos e os procedimentos sobre os parâmetros básicos da psicometria.
 

Visa ser um manual para estudantes, sobretudo de graduação em psicologia e educação, em cursos de metodologia nas ciências psicossociais. Procura trazer uma visão dos fundamentos e dos procedimentos da psicometria.

Luiz Pasquali

Introdução (pág. 11)

 

1. Testes psicológicos: conceitos, história, tipos e comercialização (pág. 13)

1.1 A avaliação psicológica (pág. 13)
1.1.1 Avaliação não profissional (pág. 14)
1.1.2 Avaliação profissional (pág. 15)
1.2 Conceituação de teste psicológico (pág. 18)
1.3 História recente dos testes psicológicos (pág. 20)
1.4 Tipos de testes psicológicos (pág. 26)
1.4.1 Testes psicométricos e testes impressionistas (pág. 26)
1.4.2 Os testes segundo a forma de resposta (pág. 29)
1.4.3 Os testes segundo o construto que medem (pág. 32)
1.5 Uso dos testes psicológicos (pág. 33)
1.5.1 Classificação (pág. 34)
1.5.2 Intervenção psicoterápica (psicodiagnóstico) e psicopedagógica (pág. 34)
1.5.3 Promoção de autodesenvolvimento (pág. 35)
1.5.4 Avaliação de programas (pág. 35)
1.5.5 Pesquisa científica (pág. 36)
1.5.6 Satepsi (pág. 37)
1.5.7 Casas editoras de testes no Brasil (pág. 38)
1.5.8 Distribuidoras de testes no Brasil (pág. 39)

 

Referências (pág. 43)

 

2. Fundamentos científicos dos testes psicológicos (pág. 49)
Introdução (pág. 49)

2.1 Teoria da medida (pág. 50)
2.1.1 Introdução: ciência e matemática (pág. 50)
2.1.2 A natureza da medida (pág. 51)
2.1.3 A base axiomática da medida (pág. 54)
2.1.4 Níveis de medida (escalas de medida) (pág. 60)
2.1.5 Formas e unidades de medida (pág. 64)
2.1.6 A medida em ciências psicossociais (pág. 70)
2.1.7 O problema do erro (pág. 73)
2.1.8 Importância da medida (pág. 77)

 

Conclusão (pág. 78)

 

Referências (pág. 79)

 

2.2 A medida psicométrica (pág. 81)
Introdução (pág. 81)

2.2.1 Comportamento versus traço latente (pág. 83)
2.2.2 O traço latente (pág. 85)
2.2.3 Sistema (pág. 92)
2.2.4 Propriedade (pág. 93)
2.2.5 Magnitude (pág. 93)
2.2.6 O problema da representação comportamental (pág. 93)

 

Referências (pág. 94)

 

3. Parâmetros psicométricos dos testes psicológicos (pág. 97)
Introdução (pág. 97)

3.1 Análise dos itens (pág. 98)
3.1.1 Análise teórica dos itens (pág. 99)
3.1.2 Análise empírica dos itens (pág. 100)

 

Conclusão (pág. 112)

 

 

3.2 Análise do teste (pág. 112)

3.2.1 A validade dos testes psicológicos (pág. 113)
3.2.2 A precisão (fidedignidade) dos testes psicológicos (pág. 133)
Referências (pág. 148)

 

4. Padronização dos testes: as normas (pág. 153)

Introdução (pág. 153)

4.1 Padronização das condições de aplicação dostestes psicológicos (pág. 154)
4.1.1 O material de testagem (pág. 154)
4.1.2 Aplicação dos testes psicológicos (pág. 155)
4.2 Normatização dos testes psicológicos (pág. 159)
4.2.1 Normas de desenvolvimento (pág. 160)
4.2.2 Normas intragrupo (pág. 162)
4.2.3 Normas referentes a critério (pág. 171)
4.2.4 Expressão dos escores em faixas (pág. 176)

 

Referências (pág. 177)

 

5. O laudo psicológico (pág. 179)

5.1 Roteiro de laudo psicológico (pág. 179)
5.2 Exemplo concreto de laudo psicológico (empresarial fictício) (pág. 181)

 

Referências (pág.  186)

 

6. Princípios éticos dos testes psicológicos (pág. 187)

6.1 Fundamentos: os direitos das pessoas (pág. 187)
6.1.1 O princípio do consentimento livre e esclarecido (pág. 187)
6.1.2 O bem-estar dos sujeitos da pesquisa como prioridade e os comitês de ética (pág. 188)
6.2 Os direitos dos testandos segundo o código de ética da APA (pág. 189)
6.3 Os direitos dos testandos segundo o código do psicólogo no Brasil (pág. 194
6.4 Sumarizando (pág. 197)

 

Referências (pág. 199)

 

7. Os testes psicológicos no Brasil (pág. 201)

7.1 Os marcos da testagem psicológica no mundo (pág. 201)
7.2 Os marcos da testagem psicológica no Brasil (pág. 204)
7.2.1 O Conselho Federal de Psicologia (CFP) (pág. 208)
7.2.2 Anppep (pág.  209)
7.2.3 Encontros profissionais (pág. 209)
7.2.4 Sociedades (pág. 210)
7.2.5 Revistas (pág.  210)
7.2.6 Internet (pág.  211)
7.2.7 Laboratórios (pág. 211)
7.2.8 Programas (pág. 218)
7.2.9 Testes credenciados pelo CFP (pág. 218)
7.2.10 Pioneiros da reconstrução dos testes no Brasil (pág. 218)
7.2.11 Pesquisadores da reconstrução dos testes (segunda geração) (pág. 219)
7.2.12 Pesquisadores da reconstrução dos testes (terceira geração) (pág. 219)
7.2.13 Pesquisadores do grupo de avaliação da ANPPEP (pág. 219)
7.2.14 Entidades de psicologia no Brasil (pág. 220)

 

Referências (pág. 221)

 

Índice Onomástico (pág. 227)

 

Índice Remissivo (pág. 229)

Opniões Sobre o Produto

O produto não tem reviews.

Deixe o seu comentário!